quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Governo chinês prepara Internet baseada somente em whitelist

O governo chinês está realmente lutando com garras contra a pornografia infantil e outros tipos de conteúdos impróprios na China. Lá o acesso é controlado há tempos, e muitos sites são bloqueados. E depois de uma frustrada tentativa de instalar o software de censura Green Dam-Youth Escort em todos os PCs chineses, o governo tomou uma medida muito mais drástica.

Ao invés de usar a famosa "blacklist", a listra negra de sites bloqueados, o governo achou uma medida mais simples de filtrar e controlar todos os conteúdos na Internet: a "whitelist", ou lista branca, de sites permitidos. Ou seja: tudo na Internet estará bloqueado para os chineses, exceto o que o governo decidir liberar.

Este sistema de permissões está sendo tratado pelo Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação (MIIT), trabalhando em conjunto com as empresas que detém o registro de domínios. Isso porque, para você registrar um domínio que as pessoas poderão ver na China, você precisará do selo de aprovação do MIIT. Todos os sites estrangeiros também precisarão do selo, significando que o software de filtragem realmente não será mais necessário.

Obviamente, a imprensa local e a população que possui acesso à Internet está revoltada. O governo respondeu que vai bloquear o site de serviços online similar ao Twitter, o t.people.com.cn, porque está cheio de tweets rebeldes sobre o plano.

Retirado de http://www.guiadohardware.net


Nenhum comentário: