domingo, 31 de janeiro de 2010

[Dica] Verificar se um CPF é válido

Olá pessoal, essa dica irá lhe ensinar a verificar se um CPF é válido ou não. Nós sabemos que um CPF é formado por 11 dígitos, sendo que os 2 últimos dígitos são chamados de dígitos verificadores. O cálculo que iremos fazer é exatamente visando a chegar nesses dois dígitos verificadores, vamos lá:

Utilizaremos como exemplo o CPF de número 494.748.554-04
Dígitos verificadores desse CPF: zero e quatro (dois últimos dígitos)

Primeira coisa que iremos fazer é calcular o PRIMEIRO dígito verificador e para isso pegaremos os nove primeiros dígitos para realizar o cálculo. Iremos começar multiplicando o primeiro dígito por 10, o segundo por 9, o terceiro por 8 e assim por diante até o nono dígito:

4 vezes 10 = 40
9 vezes 9 = 81
4 vezes 8 = 32
7 vezes 7 = 49
4 vezes 6 = 24
8 vezes 5 = 40
5 vezes 4 = 20
5 vezes 3 = 15
4 vezes 2 = 8

Agora iremos somar todos os resultados das multiplicações, a soma dará 309.

Então iremos agora dividir 309 por 11 e pegar SOMENTE A PARTE INTEIRA dessa divisão que no caso será 28. Então multiplica-se 28 por 11 que dará 308.

Calcularemos então a subtração do 309 achado anteriormente por 308 que dará 1.

Se o resultado dessa subtração for zero ou um então o primeiro dígito verificador será zero e isso confere com o CPF que pegamos como exemplo: 494.748.554-04

Agora vamos calcular o SEGUNDO dígito verificador. Para calcular o segundo dígito verificador pegaremos novamente os nove primeiros dígitos, só que com 2 detalhes: agora começaremos a multiplicar o primeiro dígito por 11, o segundo por 10 e assim por diante até o nono dígito e ao final somaremos tudo e ainda somaremos com o DOBRO do primeiro dígito verificador...

4 vezes 11 = 44
9 vezes 10 = 90
4 vezes 9 = 36
7 vezes 8 = 56
4 vezes 7 = 28
8 vezes 6 = 48
5 vezes 5 = 25
5 vezes 4 = 20
4 vezes 3 = 12
0 vezes 2 = 0 (esse é o dobro do primeiro dígito verificador)

Próximo passo é somar tudo, a soma dará 359. Iremos dividir 359 por 11 para pegarmos a parte inteira dessa divisão que dará 32. Então multiplicaremos o 32 por 11 que resultará no número 352. Faremos agora a subtração de 359 por 352 que é igual a 7.

O resultado da subtração deu 7, nós vimos no cálculo do primeiro dígito verificador que se o resultado da subtração fosse zero ou um então o dígito verificador seria zero, mas agora deu um número diferente de zero e também de um, então o que faremos? Quando o resultado da subtração for diferente de zero ou um então você terá que fazer uma subtração de 11 por esse resultado que no nosso caso é 7: 11 - 7 = 4

Então o primeiro dígito verificador é zero e o segundo é 4, isso confere com o CPF tomado como exemplo: 494.748.554-04

Espero que tenham gostado, qualquer coisa só deixar um comentário, até a próxima.


2 comentários:

Célio Reis disse...

Não entendi o calculo do primeiro dígito verificador. 309- 308 = 1 e não 0. Como pode isso?

admin disse...

Veja bem amigo:

"Se o resultado dessa subtração for zero ou um então o primeiro dígito verificador será zero e isso confere com o CPF que pegamos como exemplo: 494.748.554-04"

O resultado da subtração 309 - 308 é igual a 1. Se esse resultado for 0 ou 1 então o primeiro dígito verificador é 0. É uma regra.