sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Sistemas Digitais e Analógicos

Existem basicamente duas formas de representar o valor numérico de quantidades: a analógica e a digital.

Na representação analógica, o valor de uma quantidade é proporcional ao valor de uma tensão ou corrente, ou ainda de uma medida de movimento. Quantidades representadas na forma analógica podem variar em um determinado intervalo contínuo de valores.

Na representação digital as quantidades NÃO são representadas por outras quantidades proporcionais, mas por símbolos chamados dígitos. Não existe ambiguidade na leitura de uma quantidade representada na forma digital, já na forma analógica a leitura é geralmente sujeita a interpretação.

Representação analógica = contínua
Representação digital = discreta (passo a passo)

Exemplos de representação digital: chave de dez posições; grãos de areia na praia; velocímeto de um automóvel se possuir mostrador numérico.

Exemplos de representação analógica: corrente elétrica na tomada da parede; a temperatura de uma sala; velocímetro de automóvel se for do tipo de ponteiro.

Num sistema digital as quantidades só podem assumir valores discretos. Exemplos de sistemas digitais: computadores, telefones etc. Em um sistema analógico as quantidades físicas podem variar sobre um intervalo contínuo de valores. Exemplo de sistema analógico: equipamento de gravação e reprodução de fita magnética.

Vantagens das técnicas digitais: sistemas digitais geralmente são mais fáceis de projetar; fácil armazenamento de informação; maior exatidão e precisão; a operação do sistema pode ser programada (sistemas analógicos também podem ser programados, mas a variedade e complexidade das operações são bastante limitadas); circuitos digitais são menos afetados pelo ruído; um maior número de circuitos digitais pode ser colocado em um circuito integrado.

Três passos devemos seguir se quisermos tirar proveito das técnicas digitais quando tivermos lidando com entradas e saídas analógicas: converter as entradas analógicas para a forma digital; processar a informação digital e converter as saídas digitais de volta à forma analógica.

Fonte: Sistemas Digitais Princípios e Aplicações (Tocci e Widmer)


Nenhum comentário: